ITAJU DO COLÔNIA: BA-667 DE VENTO EM POPA NO PROCESSO DE REFORMA - Falando com Autoridade
atualizado.gif

07 agosto 2022

ITAJU DO COLÔNIA: BA-667 DE VENTO EM POPA NO PROCESSO DE REFORMA


Em Itaju do Colônia, uma obra importantíssima, cobrada há muito tempo, com muita luta e empenho da gestão, obteve um resultado positivo por parte do governo do estado, que liberou recursos e a autorizou. Trata-se da reforma da estrada da BA-667, no trecho que liga Itaju do Colônia a Santa Cruz da Vitória.


O repórter e radialista, Edcarlos, esteve no trecho que está sendo reformado para ver o processo da obra e dialogar com as pessoas que estão à frente dela. Na oportunidade, Edcarlos entrevistou o engenheiro que está à frente dessa reforma, Júlio Salgado, que informou que são 27km de estrada sendo reciclada com uma nova capa asfáltica, que dará uma condição melhor à rodovia e mais conforto por quem nela trafegar, além de uma durabilidade maior também. Júlio pontuou ainda que os trabalhos se iniciaram no fim de junho e que a estimativa é de que sejam cumprido os serviços no prazo de seis a sete meses, mas que o prazo contratual são de nove meses. A empresa à frente da obra é a Mazza Engenharia, que tem sede em Salvador e possui um canteiro operacional em Itabuna, onde estão instalados os funcionários em serviço na obra da BA-667.


Além da entrevista com o engenheiro da obra, Edcarlos também bateu um papo com o prefeito Djalma (PSD), de Itaju do Colônia, comentando questões gerais a respeito desse processo de reciclagem da BA-667.


Na conversa, o prefeito ressaltou que, após tantas cobranças e empenho na luta de conseguir a obra na BA-667, enfim, conseguida, ele fica contente, vendo com bons olhos e muita felicidade essa reforma, que já é uma obra que está de vento em popa. Djalma diz que a sensação é a de um sonho que virou realidade. Além disso, enfatizou que não é uma obra eleitoreira, feita rapidamente somente no intuito de conseguir votos, pois a estrutura da malha asfáltica, desde a sua capa até a sua grossura (5cm), é de um material de alta qualidade, bem construído e feito para durar, de modo a ser uma reforma que terá uma ótima condição por muito tempo. 


Além de comentar sobre a obra em si propriamente, o prefeito Djalma fez questão de pontuar a importância de seu trabalho coletivo como sendo o meio principal para conseguir trazer obras deste porte, pontuando parcerias fundamentais nesse processo. Entre elas, destacam-se, principalmente, o governador Rui Costa (PT), o deputado federal Paulo Magalhães (PSD), o deputado estadual Rosemberg Pinto (PT) e o senador Otto Alencar (PSD), além de ter destacado, também, o próprio secretário de infraestrutura do estado, Marcus Cavalcanti que, segundo Djalma, sempre lembrava que chegaria o momento desta obra, como de fato chegou. 


O prefeito comentou que foi eleito na base da oposição ao atual governo do estado, mas no decorrer do processo de governança, percebeu que era mais importante deixar as pontuais discordâncias de lado, para poder trabalhar em prol de um objetivo central e fundamental: o bem-estar do povo Itajuense e o desenvolvimento do município. Desse modo, notando que os recursos próprios do município não fornecem uma condição para estruturar obras de um nível mais elevado, o prefeito optou por se aliar à base governista, no intuito de conseguir bons resultados no objetivo que a gestão tem em sua atuação na forma do trabalho de base.


Parabenizamos a gestão pela importantíssima obra conseguida junto ao governo do estado r pela sensatez na forma de gerir tanto os recursos quanto a atuação política para conseguir bons frutos para a cidade de Itaju do Colônia.


Veja, no link abaixo, a reportagem do repórter e radialista, Edcarlos, a respeito da reforma da BA-667, trecho que liga Itaju do Colônia a Santa Cruz da Vitória

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui seu comentário: