JORNAL A TARDE DE SALVADOR PUBLICA ARTIGO DE ADROALDO ALMEIDA: "A BAHIA AMA O PT" - Falando com Autoridade
atualizado.gif

19 novembro 2022

JORNAL A TARDE DE SALVADOR PUBLICA ARTIGO DE ADROALDO ALMEIDA: "A BAHIA AMA O PT"

ADROALDO ALMEIDA

Ao fim das eleições gerais de 2022, declarado o resultado oficial pelo TSE, os golpistas no acostamento, o relatório das Forças Armadas no arquivo. e o pobre no Orçamento. Restou uma lição inquestionável na Bahia: o partido do povo baiano é o PT, com clareza matemática e prova dos nove. O PT de lambujem e com sobras.

Em um Estado tão divergente de ideias e projetos, foram registradas 1.719 pessoas, de 32 partidos, como candidatas na Bahia. Destas, apenas 107 se elegeram (1 governador, 1 vice-governador, 1 senador, 2 suplentes de senador, 39 deputados federais e 63 deputados estaduais), sendo 18 (16,82%) do PT: governador, 1 suplente de senador, 7 deputados federais e 9 deputados estaduais.

Na Bahia, o povo deu ao PT no segundo turno uma votação consagradora: 6.097.815 votos para Lula (72,12%) e para o Jerônimo foram 4.480.454 votos (52.79% ). Antes, no primeiro turno, o povo reelegeu Otto Alencar do PSD, aliado do PT, e que teve como seu primeiro suplente o ex-prefeito de Ibotirama Terence Lessa, do PT, com 4.218.333 votos (58,31%).

No caso dos deputados, o povo honrou o PT, escolhendo-o como o primeiro partido: recebeu mais votos para a Câmara ram 1.369.997 votos (17,21%), e para a Assembleia Legislativa, o PT também foi o partido mais bem votado na Bahia, com 1.219.500 votos (15,36% ). Pronto, acabou e o PT venceu. Uma minoria pode não gostar, mas o povo da Bahia ama o PT de coração e demonstrou isso no meio da rua e no dia da eleição.

Portanto, depois de 16 anos governando a Bahia com Jaques Wagner e Rui Costa, e liderado por eles, o PT segue, com justiça e o voto do povo, para mais quatro anos de mandato no poder central do Estado, comandando o Executivo da quarta economia do país. É um partido que se consolida a cada dia, na Bahia e no Brasil, como representante legítimo de camadas expressivas da população, especialmente as minorias, que identificam nas políticas inclusivas do PT a oportunidade de melhorarem de vida, conquistar direitos e seus representantes da classe trabalhadora, dos desempregados, das mulheres, da juventude, dos idosos, dos povos e comunidades tradicionais, das lutas e pautas afirmativas e identitárias, da radicalização da democracia e do enfrentamento ao fascismo, para que essa chaga social e política da direita reacionária e violenta morra, aqui no Brasil e no mundo, ainda na chocadeira.

O povo baiano enxergou isso, tomou as praças e ruas nos quatro cantos do estado, e com a legitimidade das urnas, gritou bem alto: "Aqui é PT! Respeita!".


Adroaldo Almeida
Advogado, escritor e ex-prefeito de Itororó.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui seu comentário: