PANCADINHA E A SUCESSÃO DE ITABUNA - Falando com Autoridade
atualizado.gif

11 janeiro 2024

PANCADINHA E A SUCESSÃO DE ITABUNA


O deputado estadual Fabrício Pancadinha, pré-candidato a prefeito de Itabuna pelo Solidariedade, tomou a decisão de enterrar o burburinho de que sua desistência era só uma questão de tempo.

Como não bastasse, um grupo de parlamentares, colegas de Pancadinha na Assembleia Legislativa do Estado, aliados do deputado federal Elmar Nascimento (União Brasil), vai organizar o lançamento da pré-candidatura de Pancadinha para o mês de março.

A bancada do deputado federal no Parlamento estadual já está sendo chamada de BEM (Bancada de Elmar Nascimento). É composta por Emerson Penalva (PDT), Marcinho Oliveira (UB), Manuel Rocha e Robinho, também do UB, e o próprio Pancadinha.

O lançamento da pré-candidatura de Pancadinha, que desponta na frente em todas as pesquisas de intenções de voto, é uma resposta a quem apostava que sua postulação ao cobiçado comando do centro administrativo Firmino Alves era de "mentirinha". 

O staff do prefeito Augusto Castro (PSD-reeleição) recebeu a notícia com duas reações, uma positiva e outra negativa. Como preocupante o fato de Pancadinha sendo cercado por um grupo forte e liderado por Elmar Nascimento, considerado um invejável articulador político, uma espécie de Jaques Wagner da oposição. Como alívio, que a candidatura de Pancadinha vai rachar o populismo, representado nessa sucessão de 2024 pelo capitão Azevedo (PDT) e o próprio Pancadinha, facilitando a vida de Augusto na periferia.

O problema para o augustianismo é que a possibilidade da formação de uma majoritária com Azevedo sendo vice de Pancadinha (ou vice-versa) não está descartada. Vai depender do momento político. O que se sabe é que tudo será feito para evitar o segundo mandato de Augusto Castro. 

Diversas lideranças políticas já confirmaram a participação no lançamento da pré-candidatura de Pancadinha, com destaque para ACM Neto, ex-gestor de Salvador e secretário nacional do União Brasil. O atual chefe do Palácio Thomé de Souza, Bruno Reis (UB), deve confirmar sua presença. 

O que vem deixando o "pancadismo" mais confiante na disputa pela Prefeitura de Itabuna é o fato de que as pesquisas indicam que em uma eventual polarização com Augusto Castro, que anda confiante na quebra do tabu da reeleição, o voto útil contra o alcaide poderá ajudar Pancadinha, principalmente se a rejeição ao chefe do Executivo continuar alta. 

Vale lembrar que todos os prefeituráveis fazem oposição ao governo municipal. E fazem questão de declarar esse oposicionismo toda vez que são entrevistados.

A disputa pela Prefeitura de Itabuna promete uma enxurrada de emoções, surpresas e sobressaltos. Costumo dizer que no movediço e traiçoeiro mundo da política, os menos espertos dão beliscão em azulejo.

COLUNA WENSE, QUINTA-FEIRA, 11 DE JANEIRO DE 2024. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui seu comentário: