BRASIL: GOVERNADOR JERÔNIMO RODRIGUES (PT), PRESIDENTE LUIZ INÁCIO LULA DA SILVA (PT) E SEUS RESPECTIVOS VICES SÃO EMPOSSADOS - Falando com Autoridade
atualizado.gif

01 janeiro 2023

BRASIL: GOVERNADOR JERÔNIMO RODRIGUES (PT), PRESIDENTE LUIZ INÁCIO LULA DA SILVA (PT) E SEUS RESPECTIVOS VICES SÃO EMPOSSADOS


Neste primeiro dia de janeiro, aconteceram as posses dos governadores e vice-governadores eleitos no Brasil e do presidente e vice-presidente eleitos. 


• POSSE DO GOVERNADOR E VICE-GOVERNADOR DA BAHIA •


Na Bahia, o governador Jerônimo Rodrigues (PT) e seu vice Geraldo Júnior (MDB) foram empossados na Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA), por volta das 8h da manhã, com uma solenidade comandada pelo presidente da ALBA, Adolfo Menezes (PSD). 

Além da família do governador e do vice, o evento ainda contou com a presença dos senadores Jacques Wagner (PT) e Otto Alencar (PSD).

Fato que marcou a solenidade foi a interpretação do Hino Nacional feita pela indígena Nívea Akauã Pataxó, que foi acompanhada pela camerata da Núcleos Estaduais de Orquestras Infantis e Juvenis da Bahia (NEOJIBÁ), que é fruto de um projeto do governo baiano. 

Em seu discurso de posse, Jerônimo reforçou seu compromisso com um governo voltado para o social e para o desenvolvimento da infraestrutura baiana, como seu discurso ilustra: 

“Quando uma criança passa fome, é problema de todo mundo”, disse uma das mais importantes escritoras brasileiras, Carolina Maria de Jesus. Não basta que o alimento esteja na mesa das pessoas. É preciso promover uma política consistente de Segurança Alimentar e Nutricional na Bahia.

Tenho convicção de que uma das formas de promover inclusão social é por meio da geração da oportunidade de trabalho, isso dá dignidade às pessoas e às suas famílias. Por isso, vamos dinamizar a nossa política de atração de investimentos. Quero estar próximo ao mundo empresarial, valorizar e induzir a industrialização no Estado e o fortalecer as cadeias produtivas.

O Estado continuará priorizando os grandes investimentos em obras de infraestrutura e logística que estão interligando e integrando as nossas regiões, dando a fluidez produtiva que nós precisamos para fazer a roda da economia girar. Avançaremos nas obras de grande envergadura: pontes, entre elas a Ponte Salvador - Itaparica, estradas, aeroportos e aeródromos, portos e ferrovias, além dos grandes investimentos na mobilidade urbana e metropolitana."

Após esse processo, o governador quebrou o protocolo e, diante das apresentação de Armandinho, dançou junto às autoridades presentes com uma animação nostálgica dos tempos carnavalescos.

Por fim, encerrada a comemoração da posse na Bahia, Jerônimo Rodrigues seguiu para Brasília para se fazer presente na posse de Lula (PT).


POSSE DO PRESIDENTE E VICE-PRESIDENTE


O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) foi empossado como 39° presidente da história do país junto ao seu vice, Geraldo Alckmin (PSB). Lula subiu a rampa do Planalto pela terceira vez em sua vida (2003, 2007 e 2023). 

O presidente desfilou no tradicional carro Rolls-Roice presidencial junto à Primeira-Dama Rosângela da Silva, a Janja, Geraldo Alckmin e sua esposa, Lu Alckmin e se encaminho ao Palácio do Congresso Nacional. 

No Congresso, fizeram-se presentes as lideranças políticas Arthur Lira (PP), presidente da Câmara e Rodrigo Pacheco (PSD), além de diversas autoridades, quadros políticos e Chefes de Estado que presidem outros países.

Lula se mostrou bastante emocionado durante toda a posse e, em seus dois discursos - Congresso e Parlatório -, frisou o combate à fome, o desenvolvimento social, a retomada de investimentos em, saúde, educação e infraestrutura, além de fazer questão de execrar a gestão anterior do ex-presidente Jair Messias Bolsonaro (PL). 

Jair Bolsonaro não se fez presente e a tradicional passagem de faixa acabou passando por uma mudança em sua forma, visto que tradicionalmente é passada do presidente anterior ao seu sucessor. Desta vez, Lula, em um ato inédito, subiu a rampa com oito representantes que simbolizassem o povo brasileiro em sua diversidade, sendo eles: Cacique Raoni, liderança indígena; Aline Sousa, catadora; Francisco, garoto negro de dez anos de idade; Ivan Batom, digital influencer de importância na luta do anticapacitismo; Weslley Rocha, metalúrgico; Murillo Jesus, professor; Jucimara Santos, cozinheira; Flávio Pereira, artesão. A faixa foi passando de mão em mão de cada um até chegar ser vestida no presidente por Aline Sousa, catadora, mulher, negra e mãe de família. Esse percurso foi acompanhado também pela cachorra de Janja chamada Resistência, que também seguiu o mesmo trajeto.

O encerramento do processo de empossamento se deu com um discurso incisivo e emocionante de Lula no Parlatório, onde ele defendeu a democracia, se comprometeu e se emocionou com a luta no combate à fome, fez duras críticas ao Governo Bolsonaro, lembrou o seu passado como presidente e como um presidiário condenado de forma parcial que teve seus processos anulados. Um dos momentos mais simbólicos do seu discurso foi a fala imponente "Viva o povo brasileiro!". 

Depois desse processo, Lula já tomou algumas medidas mais imediatas e diretas de seu governo e seguiu, junto a Alckmin, para um jantar com autoridades estrangeiras.









Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui seu comentário: