DE OLHO EM 2026 E 2028 - Falando com Autoridade
atualizado.gif

13 janeiro 2024

DE OLHO EM 2026 E 2028


Já venho dizendo há muito tempo que os secretários Rosivaldo Pinheiro (Governo), Júnior Brandão (Promoção Social e Combate a Pobreza) e o vereador petista Manoel Porfírio são pré-candidatos a vice do prefeito Augusto Castro (PSD-reeleição). 

O que se sabe, favas contadas, 2+2=4, é que o PT é quem vai indicar o companheiro do alcaide na majoritária, obviamente se o Partido dos Trabalhadores não tiver candidatura própria na disputa pela cobiçada Prefeitura de Itabuna. 

Rosivaldo Pinheiro, que já foi do PP, uma das principais legendas do chamado centrão, se quer mesmo manter sua pretensão viva, tem que se filiar ao PT. O deputado estadual petista Rosemberg Pinto, líder do governador Jerônimo Rodrigues na Assembleia Legislativa do Estado, é tido como o padrinho político de Rosivaldo na missão de torná-lo vice de Augusto. 

Manoel Porfírio tem o reconhecimento do chefe do Executivo municipal por ser o representante-mor e responsável pela cisão no PT. O PT 1, que quer a federação PT/PCdoB/PV disputando o centro administrativo Firmino Alves, e o PT 2 que defende o apoio da sigla ao segundo mandato de Augusto, apelidado de PT augustiniano. 

Júnior Brandão tem a preferência do prefeito Augusto. Seu retorno ao petismo é a prova inconteste de que vai disputar a indicação da vice. Nem as freiras do convento das Carmelitas acreditam que essa volta ao PT decorre da sua paixão pelo partido, do seu amor pelo lulopetismo.

Ser vice é o melhor atalho para ser prefeiturável ou virar prefeito por força das circunstâncias. Rosivaldo, Porfírio e Brandão estão de olho em 2026 ou em 2028. 

Vamos criar duas hipóteses, ambas com Augusto se reelegendo, quebrando o tabu da reeleição. 1) Augusto toma a decisão de sair candidato em 2026 para deputado federal ou estadual. O vice assume e realiza o sonho de ser a maior autoridade do município. 2) resolve não disputar a eleição de 2026. Por força da legislação eleitoral ficará impedido de conquistar o terceiro mandato consecutivo ou, se o caro e atento leitor preferir, à re-reeleição. Se o vice mantiver um bom relacionamento com Augusto, obter sua confiança, poderá ser seu candidato a prefeito no processo sucessório de 2028.

Concluo dizendo que os três postulantes a vice estão com os olhos direcionados para 2026 e 2028. Olhos arregalados como os da coruja.

COLUNA WENSE, SEXTA-FEIRA, 12 DE JANEIRO DE 2024 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui seu comentário: